#Notícias Unitoledo
 
 

ALUNOS DE JORNALISMO E PUBLICIDADE PRODUZEM PROGRAMAS TELEVISIVOS

Fernanda Muniz

Inovação, criatividade e pesquisa têm sido os principais ingredientes dos acadêmicos do 3º semestre de Jornalismo e Publicidade e Propaganda do UniToledo na realização e produção de programas televisivos para a disciplina LNA (Linguagem Narrativa Audiovisual).

A atividade, que já é considerada tradicional entre os alunos dos cursos, está sendo realizada nos estúdios do Laboratório de TV do UniToledo. A coordenadora, Melissa Moura, explica que o trabalho faz parte do conteúdo programático da disciplina, que propõe o desenvolvimento de novas narrativas audiovisuais.pp1

Após a exposição de conteúdo teórico, os alunos praticam a produção de formatos televisivos. “Os alunos aprendem sobre linguagem televisiva, gêneros e formatos, debatem sobre o conteúdo produzido em TV e criam os programas que depois são editados e postados na internet”, explica a professora.

Divididos em grupos, os alunos têm em média duas semanas para realizar a pré-produção e duas aulas para realizar a gravação. “Esse trabalho é imprescindível para o processo de aprendizagem e construção de conhecimento de um profissional habilitado à prática exigida no mercado de trabalho atual”, define Melissa.

De acordo com a coordenadora, as produções vão desde programas “tradicionais”, que são compostos por formatos vistos pelo público nas grades de programação das principais emissoras de TV aberta, até formatos e conteúdos inovadores, pois os alunos têm autonomia para criação.

“A evolução pode ser percebida na linguagem e na narrativa que os alunos trazem e se inspiram na internet. O humor também acaba sendo mais utilizado por eles a cada ano que passa”, revela a professora.

Para garantir que a turma inteira participe e interaja com os trabalhos dos grupos, enquanto uma equipe grava o programa, os demais alunos desenvolvem relatórios sobre a produção dos colegas.

A aluna Carolina Oliveira, do curso de Publicidade e Propaganda revela o interesse na área televisiva. “Está sendo uma experiência incrível porque podemos conhecer mais sobre a mídia e no futuro profissional já saberemos desenvolver um programa televisivo”.

Edição: Barbara Franchesca do Nascimento

Notícias Relacionadas