#Notícias Unitoledo
 
 

Alunos de Psicologia desenvolvem ações de conscientização da campanha ‘Setembro Amarelo’

Por Vitória Frederico

Estudantes do curso de Psicologia desenvolvem ações para conscientização sobre o “Setembro Amarelo”, movimento nacional de prevenção ao suicídio. No UniToledo, o trabalho da campanha já pode ser conferido por meio de cartazes distribuídos em banheiros da instituição. Os pôsteres, de cor amarela, apresentam frases de apoio. A programação incluirá performances cênicas, palestra e divulgação de dados sobre o assunto.

Entre as atividades previstas para o projeto está a dramatização de uma cena, realizada pelos alunos da Psicologia às 20h25 de quinta-feira (20), com o objetivo de abordar o Setembro Amarelo.

De acordo com o professor coordenador de Psicologia, José Roberto, a campanha de Setembro Amarelo vem para conscientizar e mostrar as possibilidades que o indivíduo tem para buscar ajuda e tratamento. Ele também destaca a importância da discussão do tema em sala de aula, principalmente no curso de Psicologia, onde estão se formando futuros profissionais da saúde que precisam lidar com essa grande demanda.

“Muita coisa do que se fala e do que se ouve por aí sobre o assunto é distorcido e um pouco contaminado pela mídia e teledramaturgia. A população precisa enxergar de uma forma mais científica, os tratamentos e alternativas saudáveis para cada caso”, conclui o professor.

INÍCIO
A ideia do projeto surgiu a partir da disciplina de Estatística I ministrada pela professora Camila Furlan, onde é discutido planejamento de pesquisa, coleta e análise de dados.
Desde o mês de março foi feita uma pesquisa pelos alunos do curso de Psicologia com o objetivo de analisar as características relacionadas à depressão entre a comunidade acadêmica e o índice de pessoas já diagnosticadas.

Segundo a professora Camila Furlan, a amostra foi composta por 897 alunos de todos os cursos do UniToledo principalmente do primeiro e do último ano da graduação. Os dados demonstram resultados de grande importância: 11,50% dos acadêmicos já foram diagnosticados com depressão por profissionais, 20% se consideram deprimidos (independente do diagnóstico), 24% já apresentaram pensamentos suicidas em algum momento e 13% declaram já terem praticado automutilação.

O aluno do 2º semestre de Psicologia Guilherme Henrique Dadalto, conta que a repercussão foi satisfatória e será realizada uma palestra no auditório do UniToledo na próxima terça-feira (25) às 19hs para a divulgação dos dados. Para participar da palestra preencha o formulário até segunda-feira (24).

“Estamos pesando na possibilidade de criar algo maior, mas por enquanto, quanto mais alunos conseguirmos conscientizar, melhor. Vamos soltar banners pela faculdade para mostrar os dados coletados”, conclui Guilherme.

CAMPANHA

Desde 2015, o Brasil realiza a campanha preventiva Setembro Amarelo, por iniciativa do CVV (Centro de Valorização da Vida), do CFM (Conselho Federal de Medicina) e da ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria). O movimento é realizado no mês devido à data do Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, 10 de setembro. O CVV (Centro de Valorização da Vida) realiza atendimento voluntário 24h por dia pelo número 188 ou pelo site https://www.cvv.org.br sigilosamente.

Edição: Rafaela Tavares

Notícias Relacionadas