#Notícias Unitoledo
 
 

Alunos do primeiro semestre dos cursos de Nutrição e Farmácia do UniToledo realizam atividade sobre Cultura Brasileira

Vitória Frederico

Alunos do 1º semestre dos cursos de Nutrição e Farmácia do UniToledo realizaram uma feira para apresentar a culinária típica de diferentes regiões brasileiras. Entre os alimentos disponibilizados pelos acadêmicos estão receitas tradicionais e ervas medicinais. Eles também abordaram elementos das culturas de cada recorte geográfico e população.

A ação foi um trabalho de Cultura Brasileira. A exposição realizada por eles no pátio da instituição no último dia 9 visava mostrar e valorizar a diversidade e a riqueza da cultura brasileira, principalmente por meio da alimentação e uso de ervas medicinais.

O objetivo era produzir conhecimento sobre as diferenças culturais do país, as especificidades de cada região brasileira e como as culturas indígena e africana foram fundamentais para a formação social do Brasil. Além disso, foi possível analisar também a riqueza da culinária e das ervas brasileiras, conhecer novos ingredientes e novas maneiras de manipular os alimentos.

SOCIOLOGIA E ANTROPOLOGIA
Os alunos trabalharam as teorias sobre a formação cultural brasileira e como o conceito de cultura é muito amplo e diverso, não existindo culturas melhores ou piores do que outras. A atividade faz parte das disciplinas de Sociologia e Antropologia.

A professora responsável pela atividade Sabrina Favaro, comenta que a atividade começou a ser desenvolvida em sala de aula, com a divisão dos grupos e pesquisa direcionada. Para isso, as turmas foram organizadas de acordo com as cinco regiões brasileiras e a cultura indígena. Após esta divisão, cada grupo ficou responsável por pesquisar os aspectos mais específicos da sua região e trazer para o público objetos, músicas, comidas típicas e tudo o mais que pudesse caracterizar a especificidade de sua região.

“Considero que esta atividade pode agregar muito não só na formação profissional e acadêmica dos alunos, como para a formação do cidadão que entra em contato com cultura de seu próprio país”, conta a professora.

Notícias Relacionadas