#Notícias Unitoledo
 
 

COORDENADORES DAS ENGENHARIAS MECÂNICA E DE PRODUÇÃO DO UNITOLEDO APRESENTAM INOVAÇÕES DE ENSINO E APRENDIZAGEM NO II ENCONTRO CDIO BRAZILIAN MEETING

 

 

Em busca de mais conhecimentos e inovações para a melhor formação dos futuros engenheiros da instituição, os coordenadores dos cursos de Engenharia Mecânica e de Produção do UniToledo, Lucas Mendes Scarpin e Sergio Mazini, participaram do II CDIO Brazilian Meeting, realizado na cidade de Lorena.

O programa CDIO (Conceive, Design, Implement, Operate), “Concebendo, projetando, implementando e operando”, é uma iniciativa de colaboração internacional que surgiu no MIT (Institutsite 1 mazinio de Tecnologia de Massachusetts), nos Estados Unidos, em 2000. O evento tem como base doze pilares que buscam a inovação no ensino das engenharias, preparando o futuro profissional para enfrentar os desafios existentes no mundo atual.

Participam do encontro anual, instituições de ensino superior interessadas em ingressar na iniciativa CDIO, voltada para discutir e fomentar formas inovadoras no ensino das engenharias para todo o mundo.

Com o objetivo de trocar experiências entre as instituições e também se preparar para o congresso latino americano do CDIO, que ocorrerá no mês de maio, também na cidade Lorena – SP, os coordenadores apresentaram ações que são realizadas nas Engenharias do UniToledo e que vai ao encontro das boas práticas abordadas na iniciativa. O evento foi realizado nos dias 1 e 2 de fevereiro.

INOVAÇÕES NO ENSINO
Sergio conta que a utilização de metodologias ativas de ensino e aprendizagem, a realização de Projetos Integradores utilizando a metodologia “Project Based Learning”, quando os alunos são apresentados à temática do projeto e utilizam dos conhecimentos e práticas das disciplinas, a utilização dos laboratórios, revisão e aumento da utilização dos laboratórios da instituição e as parcerias com empresas da região para a resolução de problemas reais por parte dos alunos foram algumas das ações apresentadas no evento.

Mazini ressalta que o encontro foi uma excelente oportunidade em que a troca de conhecimentos entre as instituições de ensino foi uma preparação para o congresso que participarão no mês de maio, quando farão uma apresentação visando o ingresso na iniciativa CDIO.

Para Lucas, o II CDIO Brazilian Meeting foi muito interessante para o aprimoramento dos modelos e metodologias relacionados à forma de como se ensinar engenharia aos alunos de graduação.
“No evento, foi possível identificar melhor a distribuição dos pilares que fundamentam a iniciativa e as diversas formas de se avaliar o desempenho dos estudantes em cada passo”, conta o coordenador do curso de Engenharia Mecânica.

Scarpin entende que foi muito importante compartilhar os diferenciais das Engenharias UniToledo como a aplicação de metodologias ativas, padronização das avaliações e desenvolvimento de projetos integradores em todos os semestres com as outras IES.

“O objetivo principal é fazer com que o aluno se torne um agente ativo no processo de construção do seu conhecimento, resolvendo problemas reais e elaborando projetos”, explica o docente.

Edição: Aline Ceolin

Notícias Relacionadas