#Notícias Unitoledo
 
 

Ex-aluna da graduação e pós do UniToledo é aprovada no mestrado em Direito Civil da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

Por Gabriela Fagundes

Quem almeja fazer mestrado ou doutorado sabe que é na graduação que o investimento começa. Aproveitar as oportunidades que a instituição proporciona, adquirir conhecimento durante integração com professores e colegas de sala, estagiar, desenvolver pesquisas científicas, dedicar-se à conquista de excelentes notas e ter um desempenho satisfatório são atitudes que fazem toda a diferença na busca por uma vaga em universidade pública.

A ex-aluna do curso de Direito e pós em Direito Civil e Processual Civil do UniToledo Lara Ludimila Alencar Antunes foi aprovada no curso de mestrado em Direito e Ciência Jurídica com especialidade em Direito Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, instituição de ensino superior pública com mais de cem anos de tradição na Europa. A acadêmica conquistou o 4º lugar na classificação específica em Direito Civil e o 43º lugar na classificação geral do curso.

INGRESSO
O ingresso na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em Portugal, ocorre por meio de edital, no qual participantes de vários países podem candidatar-se de forma online sem precisar comparecer à instituição. Para ser aprovado, o candidato precisa alcançar determinada pontuação com base em requisitos da universidade, como média de nota do curso e currículo.

Lara explica que a pós-graduação também é importante e que, durante a avaliação, conseguiu somar 177 de 200 pontos. “O histórico de notas e a média final do candidato na graduação é muito importante, esse requisito está presente nos principais editais de mestrado das universidades Europeias, não somente da Universidade de Lisboa”.

A ex-aluna acrescenta que as aulas do mestrado começam no dia 24 de setembro e que o curso tem uma grade específica para cada matéria. “No caso do mestrado em Direito Civil, obrigatoriamente, os alunos deverão cursar as disciplinas Direito Processual Civil e Metodologia, além de uma matéria optativa de interesse do aluno, que no meu caso será Direito Civil III – Direito de Família”.

OPORTUNIDADE
A acadêmica conta que quem busca por uma oportunidade como essa de cursar mestrado ou doutorado, principalmente em outro país, precisa estar atento ao que a instituição proporciona, além de continuar investindo nos estudos após a graduação.

“O UniToledo contribuiu muito para a minha aprovação, principalmente pela grade do curso, bons professores tanto na graduação como na pós-graduação e pela oportunidade que os alunos têm de participarem de eventos jurídicos fornecidos pela própria instituição, que são fundamentais para o currículo do candidato. São aspectos que contam pontos não apenas no mestrado nacional ou internacional, mas em concursos ou oportunidades de emprego”, ressalta a ex-aluna.

Edição: Rafaela Tavares

Notícias Relacionadas