#Notícias Unitoledo
 
 

Ex-aluna de Engenharia de Produção encontra oportunidade de ingresso no mercado de trabalho ainda na graduação

Por Gabriela Fagundes

A ex-aluna do curso de Engenharia de Produção, Rafaela Moretti Cruz, encontrou ainda na faculdade a oportunidade de ingressar no mercado de trabalho. Formada em 2017, a egressa iniciou o período de estágio na Nestlé de Araçatuba em 2015, sendo efetivada após dois anos. “Atualmente trabalho na Nestlé, especificamente na elaboração de projetos de melhorias nas linhas de produção e investimentos para novos processos, além de compras de equipamentos de produção e peças para manutenção”, afirma.

Logo no início do curso, Rafaela trabalhou na empresa do pai por cerca de dois anos. Depois disso, foi indicada por uma colega de classe para o processo seletivo de estágio na Nestlé. Durante o período de estágio, a ex-aluna buscou se desenvolver nas atividades de projetos e de compras, por se identificar com a área. “Com ajuda do meu gestor, montei um plano de desenvolvimento e assim passei a estudar na prática todo o processo do leite em pó. Com isso, aprendi muitas coisas importantes sobre a produção, e então passei a dar suporte na área da produção”, explica.

Para a egressa, a efetivação na empresa foi uma grande conquista. “Minha principal conquista profissional certamente foi ter a oportunidade de ser efetivada em uma empresa transnacional na qual eu sempre sonhei em trabalhar. O melhor de tudo foi que senti um gratificante reconhecimento de todo trabalho que realizei durante o meu estágio”, ressalta.

ESTUDOS

Atualmente, Rafaela faz pós-graduação em Gestão Empresarial pelo UniToledo. A profissional destaca como o conhecimento transmitido pelos professores contribuiu para a sua formação, tanto pessoal quanto profissional. “Cada matéria, cada aula, cada exemplo passado durante as aulas foram essenciais para a minha formação. Meus professores, sem exceção, sempre tratavam as aulas como troca de conhecimentos e isso me deixava à vontade e me fazia interagir mais”, conta.

Rafaela comenta que os principais desafios encontrados durante sua época de estudante foi ter que conciliar o tempo de estudo com o estágio. “Além disso, também foi difícil manter as notas altas devido ao curso ser complexo e exigir muito estudo, afinal não é nada fácil se tornar engenheira”, acrescenta.

FUTURA PROFISSÃO

Para aqueles que buscam ingressar na graduação e posteriormente no mercado de trabalho, Rafaela deixa a sua dica. “Sempre se capacite. O conhecimento é algo que nunca será tirado de ninguém. Portanto, procure estudar constantemente, isso faz muita diferença no mercado de trabalho”, conclui.

Notícias Relacionadas