#Notícias Unitoledo
 
 

Ex-aluna de Jornalismo é repórter em rádio mato-grossense e já cobriu eventos como a Copa do Mundo

Mariana Páscua

Formada no curso de Jornalismo do UniToledo no ano de 2010, Angélica Neri é repórter da Rede Centro América FM de Rádios , em Cuiabá. A emissora pertence à Rede Mato-grossense de Comunicação. Além disso, a redação integrada em que a egressa trabalha é integrada com profissionais da rádio, TV Centro América (afiliada da Globo em MT), e G1 Mato Grosso. “Trocamos informações e experiências a todo momento”, comenta.

Em sua trajetória, Neri também atuou como apresentadora de telejornal e chefe de redação na TV Real, emissora do SBT no interior de Mato Grosso. Ela destaca, dentre as realizações de sua carreira, o período da Copa do Mundo de 2014, no qual já atuava como repórter da Centro América FM em Cuiabá, uma das sedes do evento esportivo internacional.

“Acompanhei as obras da Copa (algumas ainda inacabadas), os escândalos de corrupção, a construção e entrega do estádio palco do mundial, a movimentação nos dias de jogos com a presença de turistas chilenos, colombianos, japoneses e russos. Foi dos momentos mais marcantes da minha carreira, uma conquista que guardo com muito carinho”, comenta a ex-aluna.

EXPERIÊNCIAS
A jornalista, que ingressou no UniToledo em 2007, acredita que as experiências vividas na instituição se assemelham muito ao dia a dia da profissão. “Tive o privilégio de receber não só o conteúdo teórico, mas as orientações necessárias para a prática da profissão.” Ela fez estágio no laboratório de TV do centro universitário nos primeiros meses de curso, participou da cobertura de eventos como Fórum Jurídico, Secomt (Semana de Comunicação Toledo). Angélica também trabalhou na Expô de 2009, no stand do UniToledo.

“Tudo isso me proporcionou uma estrutura muito importante. Foram meus primeiros passos na área. Posso dizer que vivi muitas experiências que se assemelhavam muito ao dia a dia da profissão. Quando conclui o curso, tive segurança para encarar o mercado de trabalho e sair em busca dos meus sonhos” afirma.

A egressa lembra com carinho dos momentos que marcaram seu período na faculdade, como a produção do TCC, a adrenalina da apresentação do trabalho, as aulas práticas, a participação da Semana Estado de Jornalismo em São Paulo e as palestras da Secomt, durante as quais teve a oportunidade de entrevistar Caco Barcellos e Marcelo Tas. “Foram muitos momentos importantes, todos com pessoas especiais” afirma.

RÁDIO E TV
Neri sempre desejou atuar na área de jornalismo em que se encontra. “Eu sempre fui apaixonada por rádio e televisão. O meu desejo era atuar nesses veículos. Estou feliz em trabalhar na rádio, fazer o que gosto em um ambiente onde aprendo com profissionais de diferentes mídias. Estou numa capital. Aprendo demais!”

Com apenas 13 anos de idade, Neri a ex-aluna já apresentava um programa de rádio voltado ao público infantil na Rádio Nova Difusora de Auriflama (atual Rádio Transamérica). Por morar em outra cidade, a egressa enfrentou desafios no período da graduação.

“Eu morava em Auriflama, nos primeiros meses de faculdade trabalhava na parte da manhã na rádio, no período da tarde, viajava pra Araçatuba para estagiar na TV Toledo. Minha rotina começava às cinco da manhã, trabalhava até às quatro e meia da tarde. Eu entrava no ônibus 17h45 e já ficava para a aula. Só retornava de Araçatuba por volta das 23h, chegava em Auriflama depois da meia noite. “

Ela aconselha estudantes de jornalismo a aproveitarem todas as oportunidades, mergulharem na busca pelo conhecimento desde o início do curso, e não faltarem às aulas ou palestras. “Conversem muito com os professores. Façam cursos, estágios e, absorvam tudo! Enriqueçam seus currículos antes mesmo de concluir o curso. Vocês podem ir muito mais longe do que um dia imaginaram. Estejam preparados para as oportunidades!”

Edição: Rafaela Tavares

Notícias Relacionadas