#Notícias Unitoledo
 
 

Ex-aluna é aprovada em defesa de dissertação de mestrado, representa UniToledo no mercado de trabalho e ingressa no doutorado

Por André Ferreira

A ex-aluna, graduada em Nutrição e Educação Física e pós-graduada nos cursos de “Fisiologia e Performance do Exercício Físico”; “Nutrição Clínica, Metabolismo e Terapia Nutricional” e em “Nutrição Esportiva” do UniToledo, Mariane Pravato Munhoz Gonçalves, foi aprovada na defesa da dissertação de mestrado no dia 26 de abril de 2018.

Hoje, a mestre Mariane, que conta com cinco formações conquistadas no UniToledo, atua como Nutricionista na área Clínica e Esportiva e acaba de ingressar no doutorado. A nutricionista revela que, por ter que trabalhar na empresa da família, foi preciso ficar um período de seis anos afastada dos estudos. Mesmo atuando em outra área, praticava alimentação saudável e fazia exercícios, até que no ano de 2012 retornou aos estudos no curso de Nutrição.

“A graduação em Nutrição foi muito importante para minha vida. Eu diria que foi o ponto chave para o que hoje me tornei como profissional e para o ingresso no mestrado. A partir daí começou minha corrida acadêmica e depois disso nunca mais larguei essa paixão”.

Encorajada pelos professores e pela coordenadora do curso de Nutrição do UniToledo, Adriane Lemos, a doutoranda tinha grandes dificuldades em falar em público e hoje ministra palestras em diversos locais. “Foi grande influência no desenvolvimento de uma das minhas grandes dificuldades, após essa barreira quebrada, sou muito realizada como profissional”.

Mariane conta que sonha em retornar ao UniToledo como docente. “Tenho um grande sonho, voltar ao UniToledo como docente para ajudar outras pessoas a realizarem seus sonhos profissionais assim como eu fiz”, conclui.

O TRABALHO
Com o tema “Avaliação Bromatológica Sensorial e Aceitabilidade de Hambúrgueres de Carne Bovina e Frango Enriquecidos com Ingredientes Funcionais”, o trabalho foi elaborado no laboratório de Tecnologia de Alimentos da Faculdade de Medicina Veterinária (FMV), da Unesp de Araçatuba.

Mariane conta que a ideia surgiu a partir de relatos de pacientes no consultório que se queixavam pela falta de alimentos saudáveis e de rápida preparação disponíveis no mercado.

Segundo Gonçalves, o estresse da vida moderna vem contribuindo para o aumento substancial no consumo destes alimentos classificados como fast food, entre alimentos de rápido preparo, destaca-se o hambúrguer, produto cárneo de grande preferência entre os consumidores. “Nesse contexto, o hambúrguer funcional seria uma alternativa para quem almeja alimentação mais saudável e ao mesmo tempo não deseja abrir mão da praticidade”.

A banca examinadora foi composta pela Dra. Adriane Cristina Garcia Lemos, coordenadora do curso de Nutrição do UniToledo, Dra. Isa Pádua Cintra Sampaio, do Departamento de Pediatria/Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo, e pelo orientador Dr. Marcos Franke Pinto, do Departamento de Apoio, Produção e Saúde Animal da Faculdade de Medicina Veterinária – Campus Medicina Veterinária/Unesp.

 

Edição: Aline Ceolin

Notícias Relacionadas