#Notícias Unitoledo
 
 

Formado em Educação Física e apaixonado pela cobertura esportiva, aluno de Jornalismo une as duas área com 2ª graduação

Verônica Martin

Nunca é tarde para fazer uma segunda graduação e acrescentar valor e conhecimento ao currículo. Foi o que o aluno Guilherme Giorgi Pauleti Moreira, de 29 anos, fez, unindo conhecimento adquirido na graduação anterior com a vontade que sempre alimentou em ingressar na área do Jornalismo. Ele havia se formado em Educação Física em 2010. A paixão pelo jornalismo esportivo foi decisiva para Guilherme escolher qual o segundo curso superior que realizaria.

Segundo o aluno as duas áreas podem somar conhecimento se trabalhada juntas. “Ter dois diplomas agrega quando você tem uma ligação entre as duas áreas”, afirma. Ele relata ter optado por estudar no UniToledo por ter a certeza de que a instituição possui um histórico de compromisso com a educação e pela qualidade do ensino no centro universitário.

MUDANÇAS
Fazer uma graduação pela segunda vez não é fácil, mas ajuda no crescimento pessoal e profissional, conforme o aluno. No caso do Guilherme, as experiências já vivenciadas da primeira formação colaboraram para o desenvolvimento e progresso da sua vida pessoal e acadêmica. “Fazer uma segunda graduação ajuda você perceber as coisas com bem mais tranquilidade, por já saber como funciona. Além, é claro, de não ter mais 17 ou 18 anos, e estar mais maduro. Eu me considero diferente. Hoje sou mais focado e mais tranquilo que antes.”

O aluno pretende trabalhar no Jornalismo Esportivo. Ele acredita que todo o conhecimento adquirido na faculdade de Educação Física ajudaria a destacá-lo no mercado. “Meu desejo é me mudar para uma capital, de preferência São Paulo e atuar no jornalismo esportivo, pois ele tem mais visibilidade e usaria o que aprendi na primeira graduação, como treinamento, fisiologia, anatomia, periodização e toda questão física que envolve esportes. Seria o meu diferencial dos demais”.

E pra quem pensa em complementar a carreira, o aluno deixa um recado importante: “eu diria que primeiro, pense bem no quer fazer e qual sua aptidão, procurar por conselhos profissionais, pesquisar sobre os cursos também, ter certeza de que combina com você, mesmo que sejam áreas parecidas ou não”.

Edição: Rafaela Tavares

Notícias Relacionadas