#Notícias Unitoledo
 
 

Grupo de pesquisa de Administração pretende oferecer cursos de extensão que estimulem empreendedorismo

Mariana Páscua

Com foco no comportamento empreendedor, o grupo de Pesquisa e extensão do curso de Administração do UniToledo engloba todo o conteúdo inerente à criação e gestão de negócios, tais como empreendedorismo, inovação, marketing, finanças, sistemas de informação e projetos. O grupo é liderado pelos professores Maurício de Oliveira Quirino da Silva e Rosana Pereira Corrêa e atua desde março de 2018.

O projeto de pesquisa que se destaca no grupo é o “Fatores de influência sobre o comportamento empreendedor no ensino superior”, desenvolvido por meio de questionários. Os resultados do trabalho serão publicados como artigo. Segundo Corrêa, o grupo pretende aplicar a pesquisa em outras instituições de ensino superior da região.

“Fizemos o levantamento da literatura sobre empreendedorismo e empreendedorismo universitário nos cursos de administração e nos cursos de engenharia. Elaboramos um questionário que foi aplicado no último período do curso de administração. Neste ano, pretendemos aplicar a pesquisa nos cursos de engenharia e de saúde do UniToledo e de outras IES de Araçatuba e Região”. Ainda segundo a professora, a partir dos resultados obtidos, o grupo oferecerá cursos de extensão que estimulem o empreendedorismo.

OBJETIVO
“Em todo o mundo, os jovens empreendedores têm sido responsáveis pela criação de empresas inovadoras, capazes de transformar mercados inteiros e provocar mudanças profundas nos modelos de negócios e na forma de entrega de valor”, afirma Corrêa. Ela destaca que a pesquisa tem como objetivo, por meio do comportamento empreendedor, inovar e transformar o mercado.

A professora defende a importância do tema e participação dos alunos de administração no grupo ligado ao empreendedorismo. Ela explica que fora as características associadas ao comportamento  empreendedor, é possível criar um ecossistema que favoreça a emergência de novos líderes e de seus empreendimentos , como as startups. “Compreender o impacto e a importância desses fatores é essencial para se criar espaços que estimulem o comportamento empreendedor dos estudantes do ensino superior.”

INTEGRANTE
Para Jéssica Redondaro, recém-graduada no curso, integrar o grupo foi de grande valor para a vida acadêmica. “Participar do grupo de pesquisa colaborou para o desenvolvimento da minha vida acadêmica e profissional. Foi através dele que pude aperfeiçoar meu entendimento e agir sobre liderança e trabalho em equipe.” No decorrer das atividades, ela  enxergou quanto o desempenho e esforço de cada membro do grupo era importante para que todos alcançassem os resultados objetivados. “Além disso, o grupo ampliou minha rede de contatos, a famigerada network, o que me proporcionou conhecer alunos excelentes que buscavam, assim como eu, ultrapassar as barreiras da sala de aula” comenta a egressa.

Os alunos com interesse em participar do grupo deverão enviar um e-mail para rosanacorrea.prof@toledo.br. Para quem deseja iniciar na pesquisa científica Corrêa orienta: “Leia bastante sobre o tema, converse com professores da área para buscar orientações, escolha obras recentes e pesquisas (artigos, teses e dissertações) publicadas e disponíveis em bases de dados como SciELO, Periódicos Capes, banco de teses e dissertações de Universidades entre outras”.

Edição: Rafaela Tavares