#Notícias Unitoledo
 
 

INICIAÇÃO CIENTÍFICA: ALUNOS DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DO UNITOLEDO TÊM ARTIGO ACEITO NO MAIOR EVENTO NACIONAL DA ÁREA

O artigo “Os Benefícios e Vantagens Competitivas provenientes dos Arranjos Produtivos Locais e Clusters: Uma Revisão Sistemática da Literatura”, escrito pelos alunos do 8º semestre do curso de Engenharia de Produção do UniToledo Fabiana Mafeis Bueno e João Paulo Bordin Ferreira sob a orientação da professora Juliene Leoni, foi aceito no Enegep (Encontro Nacional de Engenharia de Produção), principal congresso na área de Engenharia de Produção do Brasil organizado pela Abepro (Associação Brasileira de Engenharia de Produção).

Um dos principais divulgadores da produção técnica e científica da área, o congresso acontece todos os anos em diferentes Estados, sendo que em 2017 ocorreu de 10 a 13 de outubro na cidade de Joinville, em Santa Catarian, tendo como tema “A Engenharia de Produção e as novas tecnologias produtivas: indústria 4.0, manufatura aditiva e outras abordagens avançadas de produção”.Fabiana Mafeis Bueno e João Paulo Bordin Ferreira abordaram na pesquisa Arranjos Produtivos Locais e foram orientados pela professora Juliene Leoni

O artigo é fruto do trabalho de Iniciação Científica de um dos grupos do curso de Engenharia de Produção. Juliene explica que o artigo trata de Arranjos Produtivos Locais (APLs), aglomerações de empresas em certas regiões com intuito de obter vantagem competitiva.

“Os alunos fizeram uma busca sistemática na literatura sobre este tema e apontaram as principais vantagens competitivas e benefícios que estes arranjos podem proporcionar às empresas, segundo a literatura pesquisada”, conta a docente.

Fabiana afirma que a motivação para escrever o artigo foi pelo fato de ter um APL em Birigui no ramo calçadista e entender a sistemática para poder escrever um estudo de caso real no próximo artigo.

“Inscrevê-lo no congresso teve o intuito de difundir os dados coletados e contribuir para a expansão do conhecimento. O sentimento ao saber que foi aceito foi de satisfação e de trabalho cumprido. Todo esforço tem sua recompensa”, descreve a acadêmica.

PLANEJAMENTO
João, coautor do artigo, conta que, além do interesse de se aprofundar no assunto, pois existe um APL na região e acha importante poder entender seu funcionamento, a sua maior motivação foi de adquirir conhecimentos que possam render bons frutos futuramente.

“Os alunos Fabiana e João Paulo participam ativamente do grupo de Iniciação Científica, o qual eu sou responsável por orientar. O A I.C. tem foco principal em estudar os APLs da região administrativa de Araçatuba e, num segundo momento, expandir esse estudo para os APLs do Estado de São Paulo e até mesmo a nível nacional”, explica Juliene.

A docente destaca que o seu sentimento é de orgulho e felicidade por saber que todo o esforço dos alunos rendeu a publicação no encontro de Engenharia de Produção mais importante do país.

IMPORTÂNCIA
Mazini ressalta que esta conquista representa a qualidade das pesquisas realizadas no curso de Engenharia de Produção que auxiliam os alunos na formação profissional, pois desenvolvem o senso crítico e a pró-atividade em pesquisar temas relacionados à prática profissional.

A orientadora destaca que é de grande importância a conquista dos alunos, pois acredita que a pesquisa científica, especificamente neste caso, aproxima muito o acadêmico da realidade do mercado.

“Acredito que amplia muito a motivação destes alunos para continuar pesquisando, escrevendo e publicando. Com certeza, para o futuro profissional essa experiência deve agregar conhecimento das condições das empresas e principalmente das relações entre elas”, aponta Juliene.

Fabiana conta que sua intenção é cursar um mestrado assim que terminar a faculdade e o artigo, além de ajuda-la na prática da escrita, também pode garantir pontos para tal objetivo. “Para o futuro profissional, sem dúvida, é o conhecimento de novos temas, novas técnicas. Todo conhecimento é válido, não só para o profissional como para a vida pessoal também”.

DICA
A dica que Fabiana deixa para os acadêmicos que almejam essa conquista é que percam o medo de escrever e saiam da zona de conforto. “Frequentem a Iniciação Científica, isso lhes trará boas experiências profissionais, contribuirá para o enriquecimento do currículo, aumentando as chances de ter boa colocação no mercado”.

João afirma que qualquer dúvida ou curiosidade pode render um bom artigo. “Estamos em uma área profissional muito ampla e com inúmeros assuntos a serem abordados que podem te auxiliar muito no futuro”, conclui.

Notícias Relacionadas