#Notícias Unitoledo
 
 

Integrantes da Família UT participam do 21º Encontro Nacional de Biomedicina

Por Gabriela Fagundes

Os alunos Carla Sartori, João Pedro Spironeli e Júlia dos Reis, do 6º semestre de Biomedicina, e Beatriz Babeto Ballassoni, do 8º semestre do mesmo curso, participaram do 21º Encontro Nacional de Biomedicina (ENBM), realizado entre os dias 18 e 20 de outubro pela UNESP de Botucatu. Os acadêmicos foram acompanhados pelo biomédico e responsável técnico do Laboratório de Análises Clínicas, Matheus Janeck, que apresentou o trabalho desenvolvido pela ex-aluna de Nutrição, Mayara dos Santos Vitor.

O projeto foi produzido em parceria com o Laboratório de Análises Clínicas. A ex-aluna contou com o auxílio das coordenadoras Adriane Garcia Lemos, de Nutrição, e Tatiane Petroni, de Biomedicina, além do técnico responsável Janeck e a técnica Kátia Letícia Dias Ferreira. A apresentação foi realizada por meio de painel, no dia 19.

PESQUISA
Com o título “Avaliação antibacteriana de Kefir sob Salmonella Typhimurium em três variedades de leite”, o estudo experimental procurou avaliar a ação antibacteriana de Kefir sob a bactéria Salmonella Typhimurium. Como explica Janeck, “o Kefir é um composto de microrganismos que quando colocados no leite, fermenta-os, podendo se obter texturas e sabores diferentes, dependendo da técnica e tempo de fermentação utilizada”. Já a Samonella é uma das principais bactérias causadoras de infecções alimentares graves.

O experimento foi desenvolvido com três variedades de leite: desnatado, semi-desnatado e integral, por meio de controle positivo, leite mais Salmonella, e negativo, leite mais Kefir. As amostras que analisaram a presença de Salmonella foram colhidas em 24, 48 e 72 horas de incubação. “Observamos que não houve crescimento específico de Salmonella a partir de 48 horas de fermentação com Kefir para todas as variedades de leite. O controle positivo se manteve com crescimento de Salmonella até 72 horas, e o controle negativo se manteve sem crescimento de Salmonella, como esperado”, acrescenta o biomédico.

A partir da pesquisa, foi concluído que “o Kefir inibe o crescimento de Salmonella Typhimurium a partir de 48 horas de fermentação, independente da variedade do leite que for fermentado”, comenta Janeck.

Edição: Rafaela Tavares

Notícias Relacionadas