#Notícias Unitoledo
 
 

Médica há 24 anos, aluna de Gastronomia diz alcançar crescimento cultural e pessoal com a segunda graduação

Verônica Martin

Em busca de superar novos desafios e de se manter ativa, a médica Osterlaine Henrique Alves, 50 anos, decidiu cursar Gastronomia como segunda graduação. Ela uniu o fato de sempre gostar de cozinhar com a vontade de aprender mais sobre o assunto, alcançar um crescimento pessoal e ampliar o próprio repertório cultural. Osterlaine tem como planos reunir o conhecimento das duas graduações como empreendedora. Ela pensa em abrir um negócio em Araçatuba que forneça serviços inovadores para a região. “Saúde e alimentação tem tudo a ver. Quem sabe consigo fazer essa união dar muito certo?”

A aluna atua há 24 anos na área da Medicina. Osterlaine conta que o desejo de cursar a segunda graduação surgiu por ela gostar muito de cozinhar para família e amigos, mas ao longo do curso foi adquirindo muito mais conhecimento do que imaginava. “A princípio foi por hobby, pois já gostava muito de cozinhar. Aprendo todo dia algo novo que só me faz crescer ainda mais como pessoa.”

EXPERIÊNCIA
A aluna afirma ainda que a experiência de voltar para uma instituição de ensino superior é de grande valia para o lado pessoal e acadêmico. Ela se surpreende com as oportunidades de aprendizado e se considera diferente de como era 24 anos atrás. “ Tem sido uma grata surpresa semestre após semestre cursado. Sinto-me completamente diferente. A maturidade vem acompanhada de crescimento pessoal”

A escolha pelo UniToledo para cursar sua segunda graduação foi devido ao histórico e aos valores da instituição. “Escolhi o UniToledo pelo nome que tem a zelar, por toda estrutura que fornece ao curso de tecnólogo em gastronomia e pela excelência no ensino e qualidade dos professores”.

Edição: Rafaela Tavares

Notícias Relacionadas