#Notícias Unitoledo
 
 

NIFA é criado em 2016 para que docentes pudessem multiplicar o conhecimento sobre metodologias ativas

Por André Ferreira

O NIFA (Núcleo de Inovação e Formação Acadêmica) foi criado em 2016, pela reitoria, com a missão de oferecer apoio didático-pedagógico para a formação permanente dos docentes. Em junho daquele ano, o primeiro grupo de docentes do UniToledo recebeu uma capacitação sobre o novo método de ensino.

A atividade teve como foco professores das áreas de Tecnologia e Humanidades. Os docentes que participaram da formação em metodologias ativas do Consórcio STHEM Brasil (UNISAL – Lorena). Cada professor assumiu o compromisso de multiplicar o aprendizado em um processo de acompanhamento e de apresentação de resultados.

Os cursos, workshop e oficinas oferecidas pela NIFA em 2016 foram voltados para a formação de professores e metodologias ativas de ensino-aprendizagem; a apresentação e aplicação do Peer Instruction e TBL; Apps Educacionais; metodologias ativas: Apresentação e aplicação do PBL; além do I Fórum de Metodologias Ativas durante o ENPEX daquele ano.

APOIO
Atualmente trabalho do NIFA visa oferecer apoio didático-pedagógico para a formação permanente dos docentes e também se estende aos profissionais técnico-administrativos. As atividades do núcleo proporcionam ainda a integração dos diversos cursos do UniToledo promovendo reflexão e reconstrução do processo de formação de professores e contínua melhora na qualidade da educação.

O Núcleo de Inovação e Formação Acadêmica é constituído por uma equipe de três coordenadores de diferentes cursos: Os professores Adriane Cristina Garcia Lemos, Renato Freitas e Sérgio Mazini. Eles acompanham e oferecem suporte pedagógico aos professores que estão participando da capacitação. Os cursos promovem novas reflexões e fazeres no cotidiano dos docentes que passam a se preocupar com esse tipo de aprendizagem centrada no aluno. Aproximadamente 100 professores do corpo efetivo do UniToledo nas diversas áreas do conhecimento como: saúde, humanas, ciências e engenharias já estão capacitados pelo NIFA.

Edição: Rafaela Tavares

Notícias Relacionadas