#Notícias Unitoledo
 
 

Projetos de Pesquisa de Engenharia de Produção estudam a Manufatura Enxuta e a Indústria 4.0

Vitória Frederico

Conceitos industriais e sua aplicação na região são alvos dos estudos de projetos de extensão desenvolvidos por acadêmicos de Engenharia de Produção do UniToledo. Eles buscam avaliar como as empresas locais utilizam ferramentas e conhecem a realidade da quarta revolução industrial e da filosofia de gestão que busca evitar diferentes formas de desperdício.

O projeto de pesquisa e extensão Lean Manufacturing do curso de Engenharia de Produção do UniToledo é monitorado pelo professor Sergio Mazini e tem como principal objetivo o estudo dos conceitos e ferramentas da chamada Manufatura Enxuta (significado em português do termo inglês) e suas aplicações nas empresas. Neste projeto os acadêmicos montam um questionário para aplicar em indústrias de Araçatuba e região com o objetivo de efetuar um levantamento de dados a respeito do que essas empresas conhecem sobre este conceito, suas ferramentas e aplicações. As reuniões ocorrem às terças feiras no horário do intervalo.

A Lean Manufacture, ou Manufatura Enxuta, foi desenvolvida por Taiichi Ohno, executivo da Toyota durante o período de reconstrução do Japão no pós guerra, e por isso também é conhecida como Sistema Toyota de Produção. A filosofia visa reduzir desperdícios ligados à super-produção, tempo de espera, transporte, excesso de processamento, inventário, movimento e defeitos.

INDÚSTRIA 4.0
Outro projeto de pesquisa, o Indústria 4.0 é monitorado pela professora Márcia Baptistella e tem como principal objetivo o estudo da nova revolução industrial e as competências necessárias ao novo profissional para atuar neste mercado. Faz parte também da pesquisa um levantamento do conhecimento que as empresas de Araçatuba e região possuem deste novo conceito. As reuniões ocorrem às quintas feiras no horário do intervalo. A Indústria 4.0 se baseia na utilização de tecnologias voltadas para automação, uso de dados e conexão à máquinas, como os sistemas ciber-físicos, computação em nuvem e internet das coisas.

O aluno do 3º semestre, Marcos Alexandre Mendes Barros conta que o os alunos devem elaborar um artigo científico com orientação e auxílio da professora, para a inserção dos acadêmicos que estão começando agora no mundo acadêmico. O projeto serve como meio de integração entre os semestres do curso de Engenharia de Produção. O trabalho ajuda a prepará-los para o que lhes espera durante o ciclo específico do curso, para que quando forem elaborar um projeto desse tipo, já estejam familiarizados com as características de elaboração.

“A ideia é, quando finalizado, o artigo seja divulgado em eventos como o ENPEX (Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão). Uma publicação de um artigo científico em um veículo de informação com influência nacional, para um aluno iniciante, acarreta em uma série de vantagens e reconhecimento”, conclui Marcos.

Notícias Relacionadas