#Notícias Unitoledo
 
 

UniToledo tem cerca de 40 projetos de iniciação científica ligados aos grupos e linhas de pesquisa da instituição

Por Gabriela Fagundes

Contribuir para a solução de problemas da sociedade, auxiliar o aluno no desenvolvimento de competências como o senso crítico e poder de argumentação são alguns dos benefícios proporcionados para aqueles que investem em projetos de iniciação científica e tecnológica. É na graduação que o aluno tem a oportunidade do primeiro contato com a área da pesquisa e aprende um pouco mais sobre como ela deve ser desenvolvida.

Com cerca de 40 projetos ligados aos grupos e linhas de pesquisas da instituição, o Centro Universitário Toledo procura investir na iniciação científica por meio do núcleo de Pesquisa, Extensão e Ação Comunitária. Segundo o coordenador do núcleo Sérgio Mazini, durante a iniciação científica o aluno recebe o apoio do docente para conhecer os métodos de pesquisa, a escrita científica, onde buscar informações de qualidade e de teor científico.

Essa experiência colabora para que o aluno futuramente possa investir em um mestrado e doutorado, ingressando na carreira acadêmica ou de pesquisador. Apesar disso, Mazini afirma que a iniciação científica não se limita a essas áreas. “Há algum tempo a pesquisa não se restringe ao meio acadêmico. As empresas necessitam e valorizam o profissional que possui esta habilidade”, ressalta.

PROJETOS
Para desenvolver algum projeto, é necessário que o acadêmico procure o coordenador de seu curso para que ele conheça os grupos e linhas de pesquisa e possa ser direcionado ao líder do grupo.

O resultado dos trabalhos desenvolvidos pode ser conferido no ENPEX (Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão do UniToledo), evento realizado todos os anos no mês de novembro. A pesquisa ainda pode ser transformada em artigo científico e submetida às revistas digitais específicas de cada curso como: Contemporânea, Juris, Engenharia em Ação, Saúde e Empreenda. Além da divulgação dentro da própria instituição, o aluno pode publicar o projeto finalizado em periódicos ou eventos externos.

Para saber mais sobre as pesquisas desenvolvidas pelos acadêmicos e professores do Centro Universitário Toledo, acesse o programa informativo “Momento Pesquisa UniToledo” no canal do Youtube.

A instituição oferece como fomento bolsas de iniciação científica para discentes (com a concessão de 30 a 40 bolsas por ano).

Edição: Rafaela Tavares

Notícias Relacionadas