#Notícias Unitoledo
 
 

UniToledo tem curso de docência e tutoria em EAD, mercado que já atende 1,8 milhões de estudantes

Rafaela Tavares

Um parcela composta por 1,8 milhões dos brasileiros matriculados no ensino superior estuda a distância. É o que revela o Censo da Educação Superior mais recente, divulgado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) em 2018. As matrículas em EaD (educação a distância) aumentaram 17,6% entre 2016 e 2017 pelo país. O UniToledo tem uma nova opção de pós-graduação para preparar acadêmicos para atender a essa demanda crescente.

O curso de Docência e Tutoria em Educação a Distância promove o estudo das práticas voltadas para essa modalidade de ensino. De acordo com a coordenadora do curso, Silvia Cristina de Souza, o público alvo desta pós-graduação são profissionais e egressos do ensino superior, formados em qualquer área do conhecimento, interessados em atuar na docência e tutoria em EAD.

ESTUDO
Ela esclarece que o curso aprofunda ainda o conhecimento dos alunos sobre as metodologias de educação à distância. “Ele aborda, entre outras questões, os processos de aprendizagem, as tecnologias e ambientes, bem como das políticas educacionais voltadas para essa modalidade de ensino”, afirma.

Silvia destaca que, do ponto de vista da prática profissional, os cursos de pós-graduação do segmento da educação do UniToledo qualificam e habilitam o aluno para novas áreas de atuação. “Isso é fundamental, uma vez que amplia as oportunidades de ingresso no mercado e ascensão na carreira.” Além disso, essas opções de educação continuada se diferenciam pela atualização de seus projetos, além de serem inovadoras e manterem o contato com as exigências do mercado, oferecendo revisões e atualizações necessárias.

EXPANSÃO
De acordo com a coordenadora, a busca por pessoas capacitadas para atuar na docência e tutoria em EAD está em franca expansão, o que gera uma procura por profissionais habilitados, com competência técnica e habilidades diferenciadas para promover a educação a distância.

“Os dados de demanda publicados nos últimos anos pelo Ministério da Educação e por associações especializadas em educação, como a ABED (Associação Brasileira de Educação a Distância), demonstram o crescimento vertiginoso de instituições e cursos dessa natureza, o que demanda uma quantidade significativa de profissionais com formação compatível com as necessidades do mercado.”

Notícias Relacionadas