#Notícias Unitoledo
 
 

Você no Mercado: Saiba o que faz o engenheiro químico com o coordenador do curso, Ricardo Reche

Mariana Páscua

O engenheiro químico possui uma sólida formação em disciplinas da Área de Exatas, destacando-se pela capacidade de unir o conhecimento em Química com o entendimento sobre processos e operações industriais.

O curso de Engenharia Química do UniToledo busca formar engenheiros capacitados para atuar nas mais diversas áreas em que um processo de transformação é desenvolvido, sendo elas: química, petrolífera, biotecnológica, alimentícia, farmacêutica, cosmética, controle de qualidade, energética e ambiental, desde processos de produção até purificação, geração, distribuição e preservação.

Os profissionais poderão também atuar em empresas públicas ou privadas, instituições de ensino ou pesquisa, órgãos de assessoria em atividades de consultoria, gestão financeira, gestão tecnológica, vendas e mercado. O coordenador do curso de Engenharia Química do UniToledo, Ricardo Marcelo Reche, comenta sobre a área. Confira a entrevista:

MERCADO
A ampla área de atuação do Engenheiro Químico permite diversas possibilidades de absorção no mercado de trabalho, enfatizando as atividades técnicas industriais e de gestão, principalmente em regiões onde se concentra indústrias de energia, siderúrgicas, metalúrgicas e de mineração que são destaques nacionais e internacionais.


ÁREA AMBIENTAL

No entanto, considerando o novo cenário mundial, a atuação na área ambiental apresenta forte potencial de crescimento, o que condiz com a realidade atual de preocupação das organizações com o meio ambiente e com as questões de sustentabilidade.

PERFIL
O curso de Engenharia Química da UT busca formar profissionais completos, cujo perfil inclua sólidos conhecimentos técnicos na área, agregado a habilidades de relacionamento – comunicação e trabalho em equipe. Este conhecimento torna-o um profissional flexível e capaz de se adaptar as mais diversas condições impostas pelo mercado de trabalho, sendo participativo no âmbito coletivo, entendedor e ético no contexto em que está inserido. Ademais, o mercado requer profissionais de qualidade, o que exige foco na capacitação profissional por meio de educação continuada.

PREPARO
Durante a graduação, a realização de estágios extracurriculares e obrigatórios nas indústrias da região busca contribuir positivamente para o desenvolvimento profissional, aproximando o acadêmico das atividades técnicas e de gestão nas indústrias, áreas de maior interesse e demanda.